História
Missão, Visão e Valores
Objetivos
Responsabilidade Social
Metodologia de ponta
Valor TI
Empresa > História

Fundada em janeiro de 1984, a Belgo Mineira Sistemas construiu uma história de sucesso, tornando-se uma referência no mercado nacional.


Contexto histórico e fundação

Durante a década de 1980, uma mudança estratégica levou grandes organizações a transformarem departamentos, que estavam fora de seu core business (atividade-fim), em empresas prestadoras de serviços com autonomia para oferecer produtos para as suas controladoras, como também para buscar outros clientes.

Foi neste contexto que a BMS-Arcelor Brasil surgiu, em 2 de janeiro de 1984, para atender ao Grupo Belgo e conquistar espaço no mercado. Desde sua inauguração, a empresa já contava com o que existia de melhor em termos de tecnologia da informação.

O foco da BMS-Arcelor Brasil era o desenvolvimento e processamento de aplicativos voltados para as áreas financeira, de suprimentos, vendas e recursos humanos. Os sistemas atendiam às unidades da Belgo e passaram a ser vendidos no mercado.

O Serviço Social da Indústria (Sesi), em Belo Horizonte, foi o primeiro cliente da empresa fora do Grupo Belgo.

Empresas com o perfil da BMS-Arcelor Brasil precisam estar em permanente processo de evolução tecnológica, o que significa investimentos contínuos e mudanças. Em 1985, a BMS monta uma nova estrutura organizacional com um direcionamento mais comercial. A adequação buscava permitir a contínua expansão das atividades.


1985 - 1990: ampliação dos serviços

Em 1986, a empresa mudou-se para a sua atual sede na Avenida Brasil, 1654, em Belo Horizonte (MG). Com as novas instalações, veio o conceito inovador de "estações de trabalho" para o escritório. Mas a mudança mais importante era a postura perante o mercado e o relacionamento com os clientes.

Os anos de 1986 e 1987 foram de expansão. Além de atender às unidades da Belgo de Sabará, João Monlevade e Trefilaria de Contagem (atual Belgo Bekaert Arames), com serviços de processamento de dados e recursos humanos, a empresa se organizou para abrir caminho em outras localidades.

Uma das estratégias foi preparar a equipe com treinamentos nas mais diversas áreas: programas gerenciais, marketing, usos específicos da área de processamento de dados e de recursos humanos e cursos de negociação e vendas, essenciais para o novo posicionamento junto ao mercado.

Em 1987, a BMS-Arcelor Brasil abriu uma filial em São Paulo para atender aos clientes paulistas. Além das unidades do Grupo, como os Escritórios de Vendas da Belgo, a filial era responsável por atender à Brazaço-Mapri (indústria de parafusos) e ao segmento bancário. Na década de 1990, essa filial foi desativada. Hoje, cada cliente da empresa possuiu uma equipe da BMS-Arcelor Brasil instalada em seu próprio parque produtivo ou administrativo.

Em 1988, a empresa duplicou sua capacidade de processamento, instalando o computador IBM 3090, com 20 gigabytes de memória, refrigerado a água. Também nessa época, a BMS-Arcelor Brasil foi uma das primeiras empresas de Minas Gerais a utilizar fibra ótica em suas ligações.

A empresa também prestava serviços de Recursos Humanos. Eles variavam desde a formatação e a administração de programas de treinamento operacional das usinas da Belgo e do Escritório Central até o recrutamento, a seleção, o treinamento gerencial e a consultoria de RH.


1990 - 2000: foco na satisfação do cliente e na qualidade

No início dos anos 90, a BMS-Arcelor Brasil lança uma estrutura organizacional formada pela presidência e três diretorias – diretor de Segmento de Mercado, diretor de Tecnologia e Serviços e diretor Financeiro e Administrativo. A Diretoria de Segmento de Mercado, como o próprio nome indica, alocava os clientes por segmento de atuação, o que levou ao melhor atendimento das necessidades dos negócios.

Buscando a excelência em produtos, na prestação de serviços e no atendimento, a BMS-Arcelor Brasil procurava tornar-se parceira dos seus clientes, contribuindo com tecnologia em hardware, software, consultoria, programas de recursos humanos, serviços e soluções completas para o desenvolvimento e o crescimento dos negócios de cada um. A empresa investia na capacitação de seu pessoal para trabalhar com sistemas abertos. Além disso, atuava na comercialização de equipamentos, redes, programas e manutenção técnica.

Em 1996, a BMS-Arcelor Brasil foi a primeira empresa brasileira, em sua área de negócio, a receber a certificação ISO 9002. No mesmo ano, passou a trabalhar na implantação de softwares de Gestão Empresarial (ERP), como o SAP R/3.

Em 1998, a BMS-Arcelor Brasil e a IBM inauguraram a Fábrica de Softwares, a maior da América Latina. A BMS-Arcelor Brasil fechou a década com sucesso nas conversões de sistemas para evitar o “Bug do Milênio” e com crescimento nas implantações SAP.


2002: novos tempos

A BMS-Arcelor Brasil vinha atuando em diferentes frentes de trabalho, de fábrica de softwares à revenda de equipamentos. Em 2002, a empresa definiu novo foco de atuação: as empresas do Grupo Arcelor, do qual faz parte.

A BMS-Arcelor Brasil tornou-se responsável pela implantação SAP e pela gestão de TI nas empresas Belgo, Acindar, Vega do Sul, Acesita e na holding Arcelor Brasil. Hoje, 100% dos projetos da empresa são desenvolvidos em clientes do Grupo, inclusive na Europa.

A experiência na implantação e no gerenciamento de sistemas de gestão empresarial levou a BMS-Arcelor Brasil a ser reconhecida pela SAP em 2005 como um Centro de Competência de Clientes (CCC) na gestão de seus sistemas.

A cada ano, a BMS-Arcelor Brasil conquista novos mercados com o portal de compras Superbuy, lançado em 2000.

Atualmente, a BMS-Arcelor Brasil trabalha para consolidar seus processos internos, fortalecer o relacionamento com clientes e expandir ainda mais seus negócios no Grupo Arcelor Mittal.

Fonte: NEVES, Osias Ribeiro. BMS - 20 anos de sucesso. Belo Horizonte: Escritório de Histórias, 2004.